Rituais

















Ritual é um ato de dar uma pausa na nossa jornada, para que possamos aprender que toda vida é sagrada. O Ritual implica em ritmo, constância, cadência, algo que cria uma frequência de vibração ritmada e constante, o que nos proporciona a capacidade de nos afinar com os ritmos de frequência da natureza, e consequentemente, com os seres afins que se aproximam e interagem com o círculo.

Ritual de Purificação da Casa




Dissolva uma pedra de anil em um balde de água, umedeça um pano nesta água e passe pelo chão de toda casa, desde o último cômodo até a entrada da casa. Jogue a água fora, se possível na terra, ou em água corrente (pia ou tanque).
Em seguida, com um incenso de limpeza (Religare ou Ananda - Incenso Terapêutico e de Limpeza).
Inicie a defumação com incenso, começando pelo canto do lado direito da porta de entrada.
Faça 3 vezes o sinal da cruz, fazendo a invocação do Anjo Protetor da Casa:
"Cada casa tem um canto
Cada canto tem um Anjo."
Rezar o Pai Nosso indo de um canto a outro.
Fazer novamente o sinal da cruz por 3 vezes, fazendo a invocação do Anjo em cada canto, e rezando o Pai Nosso de um canto a outro.
Vá circundando todos os ambientes.
Termine ao chegar novamente na porta de entrada.
Deixe o incenso queimando na porta de entrada (se for possível do lado de fora).
Em seguida tome um banho de limpeza.

Preparados para Banhos

500 gramas à 1 kg de ervas para um balde de água, ou 30 à 60 gramas de ervas para 1 litro de água. Se não tiver como medir a quantia, apenas pegue um punhado de ervas, a medida de sua mão é a medida de sua necessidade.
Colocar a água no fogo e quando ela estiver fervendo, acrescentar as ervas mexendo com uma colher de pau, deixar amornar.
Tomar o banho normal, depois jogar o banho de ervas por cima. Para o banho de limpeza não coar as ervas e ao derramá-las sobre o corpo, mentalizar que está levando embora toda a negatividade, depois retirar as ervas do corpo com as mãos, jogando-as no chão como se estivesse jogando os miasmas, não esfregar a toalha no corpo, apenas absorver o excesso de água. Tomar o banho de ervas de preferência á noite antes de dormir, à luz de velas, e se possível, com um incenso para o mesmo propósito.

Banho de Limpeza Este banho tem o propósito de remover possíveis energias que estejam absorvendo nossa vitalidade. Tomá-lo de preferência ás sextas-feira (regência de Vênus) ou Sábado (regência de Saturno), em dia de Lua Minguante.
Quando se sentir sobrecarregado pode tomá-lo em qualquer dia da semana ou em qualquer Lua. Este banho não pode ser tomado todos os dias, pois o sal grosso em excesso fragiliza a aura. Tome este banho de preferência apenas uma vez por semana.
Ingredientes: Arruda, Guiné, Alecrim, Manjericão, Sálvia e Sal Grosso.








ENCANTAMENTO DA CHAVE MÁGICA PARA ABRIR CAMINHOS.

Se você sente que as coisas não progridem em sua vida, seja na área sentimental, do trabalho ou financeira, este ritual vai ajudá-lo a tirar os obstáculos de seu caminho.

Mande fazer uma chave nova e dê um banho de água e sal grosso nela. Depois, deixe-a tomar banho de Sol e de Lua (três dias e três noites). Enterre-a por mais três dias aos pés de uma árvore bonita e forte, pedindo ao espírito da árvore que encante a chave com a boa sorte em seus caminhos.
No sexto dia, retire a chave, agradeça à dríade (espírito da árvore) e deixe um presente para ela. Lave a chave.
No sétimo dia, pegue a chave e deixe-a num pratinho cheio de moedas, joias e pétalas de rosa, cercada por sete velas vermelhas e sete incensos à sua escolha. Coloque também um pão e uma taça de vinho, oferecendo aos seres espirituais que estarão ajudando você durante seu caminho. Quando as velas se apagarem, enterre o pão ao pé de uma árvore e derrame o vinho sobre a terra.
Essa chave será para você um poderoso talismã que não deverá ser tocado por ninguém além de você. Ela deve andar num saquinho sempre junto de você.

Sempre que precisar de caminhos abertos no amor, toque-a e peça baixinho:
"Chave Mágica, Chave Mestra,
Chave Santa, Chave Destra,
abre a porta e o caminho,
no amor e no carinho,
abre a porta e o coração,
do bom sentimento e doce emoção."

Se precisar de caminhos abertos nos negócios ou no trabalho, toque e peça-lhe baixinho:

"Chave Mágica, Chave Mestra,
Chave Santa, Chave Destra,
abre a porta e o caminho,
no trabalho e no labor,
abre a bolsa para o dinheiro,
que será meu companheiro,
abre a porta da oportunidade
para a riqueza e a prosperidade!

FONTE: Magiadobem.


As 4 Leis da Magia







Saber Querer– É preciso ter Intenção sincera e verdadeira para que a Magia se torne eficaz. Saber Querer é uma arte que envolve criatividade, discernimento, sabedoria, conhecimento e sobretudo vontade. É preciso estudar, conhecer para se praticar Magia com Sabedoria. Na maioria das vezes sabemos o que não queremos, mas não exatamente o que queremos. Existem 3 fatores a serem observados: 1º É necessário ter um objetivo, para não ficar andando em círculos sem chegar a lugar algum; 2º É sempre possível fazer uma correção, alteração nos planos; e 3º Não ha limites para o querer.



Saber Ousar – É preciso se aventurar além do território conhecido, ousar se aventurar em mundos e dimensões desconhecidas, para superar limitações. Colocar em movimento seus objetivos, ir a luta para a ação prática e objetiva/ Facilitar as coisas para o universo, colocando-se em sintonia com todas as forças capazes de realizar os nossos objetivos. Quanto mais portas abertas, maiores serão nossas chances de realizarmos nossos objetivos. Nunca prejudique ninguém, nunca force o livre-arbítrio de terceiros, isto pode provocar um desequilíbrio kármico e cósmico e inevitavelmente suas consequênciasSomos responsáveis por qualquer desequilíbrio que viermos a provocar no universo. Toda mudança gera consequências. Saber Ousar é também não temer as consequências que estas mudanças acarretaram.

Saber Esperar  Tudo no Universo tem um tempo certo. Há o tempo de semear e o tempo de colher. É preciso saber desenvolver a tranquilidade, a confiança e a serenidade. A certeza do sucesso em um trabalho bem planejado é não se deixar dominar pela ansiedade. A incerteza e a insegurança enfraquece qualquer poder de realização. Quando estamos realizando um trabalho de magia, estamos empregando energia nele, para que se torne real. Se inconscientemente criamos uma imagem negativa, acabamos desviando a energia para algo que não queremos, criamos uma oposição no espaço: de um lado se encontra  o nosso projeto e do outro o nosso contra-projeto. Quando encontrarmos um problema, devemos enfrenta-lo, mas nunca fugir. Os problemas são um desafio, são a mola propulsora para colocarmos em movimento nossas energias. Saber Querer e Saber Ousar é Humano, Saber Esperar é Divino!




Saber Calar – Para que a Magia seja realmente eficaz, é preciso saber calar, guardar segredo sobre os Rituais. O silêncio é um dos mais importantes ingredientes da eficácia de um Ritual. A tagarelice é um impulso básico da humanidade. Além da energia contrária (inveja, ciúmes, paixões mesquinhas), comentários duvidosos, insinuações temerárias, invalidações veladas destroem a nossa confiança e despertam sentimentos de medo, incerteza e incapacidade. O silêncio é a fonte insondável de todas as virtudes, a mais hábil de todas as grandezas e o talismã mais precioso da felicidade.




Os 7 Fatores de um Ritual









1 - Necessidade - É preciso tem um propósito, uma necessidade Real. Não confundir com desejo; desejo é capricho, necessidade é um estado importante, de sentimentos profundo que nos consome.

2 - Certeza – Um Ritual confirma aquilo em que acreditamos. O Ritual é um instrumento para a Harmonia.


3 - Relacionamento – Através do Ritual nós nos relacionamos com o nosso Espírito.


4 – Emoção – É preciso estar emocionalmente envolvido na Busca. Eis porque algumas vezes é infrutífero realizar encantamentos para outras pessoas, se não estivermos emocionalmente envolvidos, não poderemos sentir a mesma necessidade que elas sentem. Da mesma forma é infrutífero pedir que outros realizem um Ritual por nós.


5 – Conhecimento – Constitui o corpo de Sabedoria Mágica. As teorias básicas deum Encantamento ou Ritual, nos permite criar nossos próprios conhecimentos. As limitações, dúvidas e falsas crenças são eliminadas apenas pela perseverança e pelo trabalho.


6 - Mudança – O Ritual é utilizado como um instrumento para a Transformação.


7 - Celebração – O Ritual é um meio de Honrar as mudanças.




Requisitos necessários para a Prática de um Ritual Mágico





01- Necessidade Real, ter um Propósito.

02- Acreditar que funciona.

03- Projetar a Vontade, Criar mentalmente o Desejo.

04- Focar no Resultado.
05- Pedir Proteção e estar Saudável para realiza-lo.
06- Esperar pela ocasião adequada.
07- Gerar poder através da Dança ou outra prática (yoga), que gere energia interna.
08- Criar um Ritmo: canto e/ou dança; e bombear, acelerar.
09- Visualizar o Desejo Realizado, Mirar.
10- Atingir o Clímax e disparar o gatilho com uma palavra chave.

Planejamento de um Ritual


























01- Definir a Intenção.
02- Purificação Pessoal.
03- Purificação do Espaço.
04- Abertura do Círculo e Criação do Espaço Sagrado.
05- Invocação.
06- Criação da Energia.
07- Prática do Ritual.
08- Celebração.
09- Agradecimento.
10- Encerramento do Círculo.

01- Definir a Intensão:













Ao realizar um Ritual é preciso ter claro a “Intenção”, é preciso ser objetivo e realista ao declarar a intenção do Ritual aos membros do Círculo. Devemos nos lembrar de que toda intenção se soma a intenção de outros seres que estão conectados conosco, nesta grande Teia Cósmica, e que cada ato, palavra, pensamento e intenção reverbera por toda a Teia e que este fluxo de energia também passa através de nós. Se a nossa intenção for pura, legítima e verdadeira, a energia retornará para nós na mesma proporção.

02- Purificação Pessoal:


















Se preparar para a realização do Ritual com um Banho normal ou um Banho de Ervas, Purificação dos Pensamentos, Meditação, Unção com Óleos, uso de Vestimenta Cerimonial.


03- Purificação do Espaço:




Limpeza física do ambiente, limpeza energética com uso incenso, spray floral, de ervas ou óleos essenciais, aplicação de Reiki.

04- Abertura do Círculo e Criação do Espaço Sagrado:



Montar o Altar com os 4 elementos: água, terra, fogo e ar. Harmonizar o ambiente com o uso do 5 elemento: musica. Abertura do Círculo com o Athame (Punhal ou Espada ou somente com os dedos indicador e anular) no sentido horário, girando 3 ou 7 vezes.

05- Invocação:




Fazer uma Oração, invocação memorizada ou espontânea, canções, etc. Saudação pela Paz, Saudação das 4 direções, Saudação aos Anjos, Guardiões e Espíritos Protetores.
“Que haja Paz ao Leste
Que haja Paz ao Sul
Que haja Paz ao Oeste
Que haja Paz ao Norte
Que haja Paz acima
Que haja Paz abaixo
Que haja Paz dentro
Que haja Paz fora
Que haja Paz ao centro
Que haja Paz ao Círculo aqui reunido”.

Saudação das 4 Direções



Invocação do Leste


Elemento: Ar.
Cor: Branco.
Arcanjo Rafael.
Vento: “Ventos que sopram do Leste, tragam a fortuna e novos começos”.
“Eu invoco os Guardiões do Leste para me guiar pelos caminhos da Verdade”.


Invocação do Sul

Elemento: Fogo.
Cor: Amarelo.
Arcanjo Miguel.
Vento: “Ventos que sopram do Sul, anunciem uma aventura inesperada, um rumo não previsto na caminhada”.
“Eu invoco os Guardiões do Sul para me guiar pelos caminhos da coragem e da integridade”.

Invocação do Oeste


Elemento: Água.
Cor: Azul.
Arcanjo Gabriel.
Vento: “Ventos que sopram do Oeste, tragam a clareza da jornada com a proteção dos Ancestrais”.
“Eu invoco os Guardiões do Oeste para que me guiem pelos caminhos da pureza e do amor”.

Invocação do Norte


Elemento: Terra.
Cor: Preto.
Arcanjo Uriel.
Vento: “Ventos que sopram do Norte, o que tiver que morrer, morrerá”.
“Eu invoco os Guardiões do Norte para que me guiem nos caminhos da sabedoria e do entendimento.”
“Salve os Guardiões e energias das 4 direções.
Sejam bem vindos!
Peço permissão para invoca-los e para que me orientem neste dia/noite.
Dediquem-se com firmeza e proteção a este Círculo.”

06- Criação da Energia:

 
Gerar Energia através da Dança ou outra prática (yoga), que gere energia interna. Criar um Ritmo: canto e/ou dança; e bombear, acelerar. Visualizar o Desejo Realizado, Mirar. Atingir o Clímax e disparar o gatilho com uma palavra chave.

Formação do Círculo Integrado de Energia:


Os componentes do Círculo devem se abraçar formando um círculo em torno do centro, permitindo que a energia circule através do círculo, promovendo um movimento espontâneo de vibração circular, que pode ser tanto horário como anti-horário, dependendo da necessidade do círculo.

Relaxamento

Relaxamento corporal, com alguém conduzindo o relaxamento parte-a-parte do corpo, começando pelos pés e terminando no alto da cabeça.

Circuito Integrado de Energia


Feche os olhos e mentalize um fluxo de Energia Plana, na forma de uma Luz Branca que entra pelo Chakra Coronário.
Descer este fluxo de luz branca pelo Chakra Frontal, Laríngeo, Cardíaco, Solar, Umbilical e Básico. Inundando de Luz todos os órgãos que se encontram na região regida pelos Chakras.
Visualizar uma nuvenzinha cinzenta saindo pelos dedos das mãos e dos pés, removendo todo e qualquer energia não compatível que possa haver entorno dos Chakras e de todo o organismo.
Desça com esta Luz Branca até os pés e suba novamente até o alto da cabeça.
Acelere esta frequência, sentindo todos os seus órgãos se iluminarem, se purificarem com esta Luz.
Sinta esta Luz sendo emitida pelos seus poros, tornando nossos corpos resplandecentes.
Eleve esta energia na altura do Chakra Frontal e dele devolva esta energia Plana para o Universo. Sinta esta energia sendo emanada do Chakra Frontal, como um farol, iluminando a tudo e a todos ao seu redor.
Harmonize-se, retorne devagar e vá abrindo os olhos devagar.


07- Prática do Ritual:


Pratica do Ritual: pré-determinado segundo a necessidade, o dia, a época do ano, alinhando a sua essência com a essência da natureza.
Leitura, Palestra, Ensinamento, Conselho dos Oráculos.
Reflexão: refletir, comentar, trocar opiniões com o grupo sobre o aprendizado.
Meditação: meditação dirigida por alguém previamente eleito ou conduzida por CD de meditação, com a intenção de trabalhar o aprendizado e a energia do Ritual nos Corpos mais Sutis.


08- Celebração















Conexão com o poder da Terra: comer biscoitos, bolos, tortas e beber vinho, hidromel, sucos, chás ou água, que estiveram presentes no Ritual e foram magnetizados com a energia do Ritual.


09- Agradecimento
















 


Agradecer aos Anjos, Guardiões, Ancestrais, Amparadores e Seres que foram invocados e/ou estiveram presentes no Ritual.


10- Encerramento do Círculo



Voltar-se para as 4 direções, no sentido anti-horário – Norte, Oeste, Sul e Leste. Desfazer o Círculo com o Athame (Punhal ou Espada ou somente com os dedos indicador e anular), no sentido anti-horário, traçando o círculo 3 ou 7 vezes.
De pé voltados para a direção Norte, segurar as mãos sobrepostas, com as palmas voltadas para dentro e dizer:
“Eu te saúdo e me despeço Guardiões e Poderes da direção Norte.
Eu te saúdo e me despeço Guardiões e Poderes da direção Oeste.
Eu te saúdo e me despeço Guardiões e Poderes da direção Sul.
Eu te saúdo e me despeço Guardiões e Poderes da direção Leste.
Este Ritual (ou esta Cerimonia) está terminada.
Eu saúdo e me despeço de todos os que estiveram aqui presentes.”
Apagar as velas e Desfazer o círculo no sentido anti-horário.



O que é um Círculo




Ampliando o Círculo


Regulamentos para o Círculo



1- Nunca prejudicar a ninguém.
2- Compromisso, disciplina, conduta e pontualidade.
3- Segredo.
4- Instrução, conhecimento, sabedoria.
5- Proteção.
6- Celebração dos Sabás e Esbás.
7- Construção de Pontes com a Natureza.
8- Conselho das Anciãs.
9- O nome do Círculo.
10- O tempo necessário para se fazer parte de um círculo.

Regulamentos para um Círculo



1- Nunca prejudicar a ninguém: Assegure-se que suas ações sejam sempre honradas, tudo o que você fizer retornará a você três vezes, seja bom ou ruim. Ritual não é barganha, não negocie, pois as energias da Luz não são negociantes. Faça o seu pedido com sinceridade e saiba esperar o tempo certo das coisas acontecerem, e se tiverem que acontecer. Caso não aconteça o desejado, aceite e respeite a vontade Divina. Sejam éticas, limpas e verdadeiras em seus rituais, com estas energias não se brinca. Nunca interfira na vida do próximo, nem no plano Divino, peça sempre a aprovação do Criador.




2- Compromisso, disciplina, conduta e pontualidade: Ritual é um trabalho de energia, portanto faça-o sempre com seriedade e para o bem comum. Todos os trabalhos de magia são enviados ao Universo e passam pelo aval das nossas leis. Ao participar de um grupo é necessário perseverança e disciplina para acompanhar as rotinas estáveis, com dias e horários certos para atuar. Sem esta organização mais ou menos rígida, o trabalho em grupo fica inviável, pois não há como se reunir energias, com a mesma sintonia em um mesmo lugar. É necessário estabelecer uma rotina disciplinada para poder produzir, para ancorar uma energia. A pontualidade é um ingrediente da disciplina. Demonstra que se tem respeito pelo tempo dos outros, seja os colegas do grupo como aos amparadores espirituais. A pontualidade gera uma frequência vibratória que atrai seres de esferas superiores, que estarão no lugar e hora marcada infalivelmente. Se eventualmente (eventualmente e não costumeiramente) o atraso acontecer, entre no ambiente, busque o seu lugar em silêncio e acompanhe as atividades se já deram início, não interfira na frequência energética que já foi iniciada comprimentando os outros membros ou dando justificativas pelo seu atraso. Se sentir necessidade de se justificar, faça isto depois do encerramento da reunião, nunca ao chegar atrasado; além de quebrar a frequência com a sua interferência, estará proporcionando o atraso com o compromisso para o restante do grupo.
Realize os rituais em silêncio, enquanto outra pessoa conduz, sem comentários para evitar dispersão ou interferência de energias que podem comprometer o resultado. 


3- Segredo: Os segredos são revelados aos quem tem olhos para ver e ouvidos para ouvir e não a quem os compra ou rouba. A importância em se manter o segredo dos encontros realizados no círculo, incluem desde o respeito pela intimidade e vida particular dos componentes do círculo, e até para evitar julgamentos e comentários de pessoas que não conhecem o trabalho realizado no círculo e que podem por ignorância julgar e condenar erroneamente o trabalho que é realizado.


4- Instrução, conhecimento, sabedoria. Para adquirir instrução, conhecimento e sabedoria, não basta apenas estudar, significa também estar atento a tudo o que se aproxima para nos instruir. Significa às vezes suportar com paciência os obstáculos; estar em sintonia com tudo o que se passa ao nosso redor: a natureza e a sociedade. Não acredite em tudo o que ouve ou o que lê, é preciso discernimento. Não existe verdade absoluta, estamos em constante evolução, o que conhecemos é a verdade de ponta, ou seja, até este momento é isto que conhecemos como verdade. A verdade, o certo ou errado muda conforme a época e a cultura. Quando se trilha o caminho da evolução espiritual, adquire-se uma filosofia de vida própria, com valores que correspondem e refletem na sua personalidade. Só aceite uma verdade para si quando a sua mente e seu coração estiverem de comum acordo.
Ninguém consegue aprender se não houver alguém para ensinar. O aprendizado poderá chegar através de dos membros do círculo, como também, através de instrutores variados, como alguém que lhe diz a palavra certa, ou o que pode acontecer de forma direta ou indireta, sempre que existir uma necessidade. Também poderá ser encontrados em outras fontes como livros, cerimônias, exemplos e até através de você mesmo. Procure a sabedoria nos livros, mas também procure fora, nas pedras, nas ervas e no canto dos pássaros. Os livros contem palavras, as árvores contem energias. Ouça o sussurro dos ventos e a correnteza das águas, desta forma você irá descobrir a magia onde os antigos segredos são preservados. Os antigos caminhos são revelados por si mesmos.
Quando convocado a preparar uma exposição sobre determinado assunto, você estará fazendo o papel de um orientador para outros, mas o que mais adquirirá conhecimento é você mesmo porque o grupo nos obriga a analisar vários pontos de vista, que não são só os nossos, cria dúvidas, gera discussões; isto tudo enriquece o aprendizado. Em um grupo há pessoas de diferentes níveis e estágios evolutivos, e é sempre muito positivo quando cada membro pode doar aquilo que já carrega como “bagagem” espiritual, ensinando aos que buscam. A instrução e o conhecimento vêm de fora, a sabedoria brota de dentro. A vida dá a sabedoria de presente a todo aquele que fizer por merecer. Nunca perca a oportunidade de progredir e aprender.





5- Proteção: Cada um no grupo terá toda a ajuda energética e espiritual de que necessitar, na medida de sua dedicação, disciplina, compromisso e aplicação a metas definidas pelo grupo. Guias Espirituais são sempre designados para todo trabalho que mereça a atenção da Espiritualidade.



6- Celebração dos Sabáts e Esbás: Os Sabáts e Esbás são datas comemorativas que sinalizam um maior fluxo de energia, conhecendo sua natureza conseguimos alinhar o nosso propósito com a frequência da Natureza.
Os Sabáts são as oito celebrações que marcam a entrada das estações e as quatro datas entre as estações, que constituem a Roda do Ano Celta. O termo Sabáts vem do grego Sabatu e significa “Descansar”. 

Os 8 Sabáts acontecem nas seguintes datas:
02/02 – Candlemas (Imbolc ou Oimelc).
21/03 – Ostara (Eostre ou Alban Eilir).
01/05 – Beltane.
21/07 – Litha (Alban Heflin).
02/08 – Lammas (Lughnassadh).
21/09 – Mabon (Alban Elfed).
31/10 – Samhaim (Halloween).
21/12 – Yule (Alban Arthuan).

Os Esbás são celebrações que marcam a entrada das 13 Luas Cheias que acontecem no ciclo de um ano. Os Rituais são sempre realizados em comunhão com as fases da Lua. Pela observância das fases da Lua e a meditação sobre as suas atribuições, descobrimos os poderes, a sabedoria e os mistérios que a Lua nos ensina. O termo Sabáts vem do francês Esbattre significa “Alegrar-se”.




7- Construção de Pontes com a Natureza: a natureza é o meio onde se atua, ela nos transmite força, purificação e poder. Para que isto possa acontecer precisamos estar profundamente integrados a natureza. Adquirindo-se o conhecimento da utilização de ervas, cristais, cores, aromas, etc. Isto demanda estudo e treinamento para que se possa estabelecer uma sintonia com as pontes com a natureza. Sempre que possível realize rituais em florestas, á beira do mar, no topo de montanhas ou próximo a lagos tranquilo. Se isto não for possível, utilize um jardim ou até mesmo um cômodo da casa que tenha sido preparado com incenso, com a presença de flores e pedras.







8- Conselho das Anciãs: O Conselho das Anciãs é formado pelos membros do círculo que já receberam conhecimentos e elevações maiores, estes são convocados a guiar e aconselhar os membros do círculo. Dentro de uma hierarquia às Anciãs são atribuídos deveres e responsabilidades na execução de rituais, sabáts e esbás. Geralmente o conselho das Anciãs é formado por três membros e elas trazem um sinal em comum gravado, que sinaliza que estas foram as escolhidas pela espiritualidade a constituírem o conselho. A formação deste conselho não é fixa e pode ser mudada, conforme a responsabilidade e o comprometimento das pessoas para com o círculo.







9- O nome do Círculo: O nome do Círculo reflete a energia que o circulo irá reproduzir. Muitas vezes ele não é escolhido, ele se manifesta, quando a energia do grupo está bem consolidada, os membros encontram a afinidade com um nome, ele surge espontânea e simultaneamente a alguns membros mais comprometidos, ou ele é sonhado.





10- O tempo necessário para se fazer parte de um círculo: o tempo de admissão a um círculo é de um ano e um mês, ou seja, 13 luas. Se dentro deste ciclo o membro demonstrar real interesse e compromisso com as intenções do círculo, então é realizada uma cerimonia de admissão ao círculo.


Nos Meus Retiros Espirituais ...


Nos meus retiros espirituais ... vivemos uma vida agitada, numa cidade agitada, em um século agitado. Às vezes tudo que gostaríamos é de poder ter alguns momentos de paz e tranquilidade para poder reabastecer nossas energias, e nos recuperar do estresse diário. Para tanto não se faz necessário grandes empreendimentos como nos isolarmos numa caverna ou irmos a um mosteiro nos picos do Himalaia. Podemos criar ilhas de refúgio dento do nosso cotidiano, pontos de luz dentro de nossas casas ou locais de trabalho. Um local de tranquilidade que nos proporcione bem estar, onde possamos recarregar as nossas baterias, aliviarmos o estresse diário, abrandar, quiçá eliminar, toda ansiedade e irritação. 


Este lugar pode ser montado num jardim, no quintal, num cômodo, numa edícula, numa varanda ou até mesmo sobre um móvel ou num cantinho no quarto ou até na lavanderia. O importante é encontrar um espaço no seu lar que seja calmo, tranquilo, com pouco barulho e movimento, para que possa lhe proporcionar alguns momentos de isolamento.


Alguns itens básicos são necessários para a criação deste espaço: conforto, sons, iluminação, aromas, decoração e vibração energética.


Conforto – se o lugar que você deseja montar esteja intencionado para a prática de exercícios corporais e energéticos como yoga, Tai Chi Chuan ou Lian Gong, será necessário uma área maior para poder deitar ou para a prática destes exercícios. Caso seja um lugar mais específico para meditação ou oração, pode ser um cantinho menor, adaptado a necessidade específica.


Sons – se você mora em um lugar tranquilo, fica bem mais fácil harmonizar o ambiente, basta ouvir um som ambiente que lhe seja do agrado. Caso more em um lugar agitado e barulhento, o ideal seria a colocação de janelas anti-ruído, mas também é possível abafar os sons da rua com a utilização de cortinas nas janelas, se o ruído for muito intenso, coloque placas de isopor entre a janela e a cortina, isto ajuda a abafar os ruídos externos; neste caso utilize sons relaxantes ou ainda a reprodução de sons da natureza para proporcionar uma atmosfera mais tranquila. Coloque a musica para tocar cinco ou dez minutos antes de iniciar suas orações ou meditação ou prática, assim a atmosfera do ambiente ficará mais harmonizada e preparada energeticamente.


Iluminação – o excesso de luzes e imagens televisuais atrapalha a concentração, procure diminuir as luzes, usar luzes amenas, lâmpadas cromoterápicas ou ainda iluminação a luz de velas que proporciona uma atmosfera mais propícia para o propósito.


Aromas – alguns Incensos e Óleos Essenciais e flores proporcionam uma atmosfera agradável: Laranja diminui a ansiedade, a camomila acalma os nervos e reduz as tensões, a Lavanda é o perfume que agrada universal, reduz o estresses e promove a tranquilidade. O aroma de sândalo lembra os Templos indianos e o de Olíbano lembra o Oriente, ambos são considerados aromas espirituais, uma vez que induzem ao estado de quietude exterior e despertar interior.


Decoração – este é um lugar para organizar imagens e objetos de caráter religioso, portanto componha – o com uma imagem, escultura ou gravura de sua preferencia, conforme a crença ou religião ... 


... pode ser um santo, um mestre ou um guru ...


... um local com plantas e flores são muito bem vindas; acessórios como castiçais para velas, incensário, taça, caldeirão; uma fonte com águas correntes produz um som que tranquiliza e relaxa.


Vibração Energética – para quem tem noções de Radiestesia e Feng Shui fica mais fácil identificar um lugar onde à energia para este propósito é mais favorável, mas se este não for o caso, use a sua sensibilidade, a sua intuição para detectar a melhor localização. Em alguns casos não se tem muitas opções. Em qualquer circunstancia é adequado preparar o ambiente energeticamente para a prática ou ritual.


Feng Shui - Através da aplicação do Feng Shui é possível tornar uma área da sua casa ou empresa um lugar sagrado, para a prática da espiritualidade. Mais do que um simples lugar onde descansamos, ou trabalhamos, fazer dele um lugar de esperança, uma fonte permanente de saúde e renovação para as outras áreas de sua vida e da vida daqueles com quem você convive.
Os espaços em que vivemos refletem nossos interesses, crenças, hesitações, paixões, nosso espírito. Os espaços contam como andam os nossos sentimentos em relação a nós mesmos e ao mundo à nossa volta.
“O melhor lugar do mundo é aqui e agora!”

Oração de São Jorge



"Eu andarei vestido e armado com as armas de São Jorge.
Para que meus inimigos tendo pés, não me alcancem,
tendo mãos não me agarrem,
tendo olhos, não me vejam
e nem sequer em pensamentos possam me fazer mal.
Armas de fogo o meu corpo não alcançarão,
facas e lanças se quebraram, sem ao meu corpo tocar,
cordas e correntes se arrebentarão, sem ao meu corpo amarrar.
Jesus Cristo me proteja e me defenda,
com o poder de sua santa e divina graça.
Virgem de Nazaré me cubra com o seu manto sagrado e divino,
protegendo-me em todas as minhas dores e aflições.
Deus com sua divina misericórdia e grande poder,
seja o meu defensor contra as maldades e perseguições dos meus inimigos.
Glorioso São Jorge, em nome de Deus,
estenda-me o seu escudo e as suas poderosas armas, 
defendendo-me com a sua espada e 
com a força da sua grandeza,
e que debaixo das patas do seu fiel ginete,
os meus inimigos fiquem humildes e submissos a vós.
Assim seja com o poder de Deus, de Jesus e da
falange do Divino Espírito Santo.
Amém."